FCB

Fundado:1889.
Estádio:Camp Nou.

Capacidade:Aproximadamente 98.787 lugares.
Presidente:Sandro Rossell.
Técnico:Tito Vila Nova.

Time titular:Valdez, Puyol, Pique, D. alves, E.Abidal,Masquerano,Xavi,Iiesta,Messi,Pedro,D.Villa.
Títulos:Mundial de Clubes da FIFA 2009/2010.

Liga dos Canpeões da Europa:1992,2006,2009,2011.
Recopa(Taça dos Vencedores de Taças):1979,1982,1989 e 1997.

Copa da WEFA:1958,1960,1966(os trÊs na época da Fairs Cup.)
Supercopa da Europa:1993,1998,2009,2011.

Copa da Espanha:1949 e 1952.
Campeonato Espanhol:1929,1945,1948,1949,1952,1953,1959,1960,1974,1985,1991,1992,1993 1994,1998,1999,2005,2006,2009,2010.

Copa da Espanha (Copa Del Rey):1990,1912,1913,1920,1922,1925,1926,1928,1942,1951,1952,1953,1957,1959, 1963,1968,1971,1978,1981,1983,1988,1990,1997,1998,2009,2010 e 2011.

Supercopa da Liga:1984,1992,1993,1995,1997,2005,2006,2009,2010 e 2011.
Copa da Liga: 1983 e 1986.

Entre outros...

Informações gerais

Seja bem vindo ao blog,para acessar com facilidade leia as dicas abaixo. Opção notícias: Fala exclusivamente do time do Barcelona, VIDEOS,contratações,escaloções,placares,trasferências,etc.. Opção fotos: Um conteúdo com imagens dos jogadores,nomes,treinador,imagens do estádio,troféus e etc.. Opção Videos: Conteúdo mostra gols marcado pela equipe em toda temporada, imagens especias de grandes títulos e de grandes jogadores que fizeram parte do elenco do Barcelona. Atenção: Assim que entrar nesse blog torna se um menbro ,vá em seguidores e clique em seguir este blog. Obrigado pela visita e volte sempre.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

VÍDEO: No adeus de Guardiola, Messi faz história, e Barcelona é campeão da Copa do Rei

video

Com um primeiro tempo avassalador, o Barcelona venceu o Athletic Bilbao por 3 a 0, nesta sexta-feira, e foi campeão da Copa do Rei pela 26ª vez na história, ampliando ainda mais a sua diferença como maior vencedor do torneio. O segundo maior ganhador, com 23 taças, é justamente o clube basco, que deu sequência ao seu jejum. Desde 1984 a equipe não levanta um troféu.

Além do título, a partida ainda foi marcada por ser a última de Josep Guardiola no comando do Barcelona. Em quatro temporadas à frente do time, Pep foi campeão 14 vezes (entre 18 possíveis) e se tornou o técnico mais vencedor da história do clube, passando Johan Cruyff, com 11 taças. A partir da próxima temporada, Tito Vilanova, auxilar de Guardiola, será o novo técnico.

A conquista desta sexta foi a quarta da equipe na temporada e ajudou o clube a encerrar o ano de forma gloriosa após a queda na semifinal da Champions League e o vice-campeonato espanhol. Antes, já havia faturado a Supercopa da Espanha, a da Europa e o Mundial de Clubes. O Athletic Bilbao, por sua vez, fica com o seu segundo vice nesta temporada. Uma das surpresas da Europa em 2012, a equipe também foi derrotada na final da Europa League, para o Atlético de Madri.

Como de costume, o jogo ainda teve uma marca histórica alcançada por Lionel Messi. Com um tento anotado, o argentino chegou a 78 gols em 2011-12, passou Pelé, com 77, e se tornou o maior artilheiro em uma temporada na história do futebol.

O jogo
Em sua última partida na temporada, o Barcelona não demonstrou qualquer abalo pelas derrotas no Campeonato Espanhol e Champions League e apresentou o estilo ofensivo da equipe desde o primeiro lance, no qual Messi arriscou de fora da área e mandou à direita da meta defendida por Iraizoz. Aos três minutos, os catalães conseguiram abrir o placar. Xavi cobrou escanteio na área, Pedro aproveitou sobra de bola e concluiu para as redes.

Dominando amplamente a partida, os comandados de Guardiola ampliaram a vantagem aos 20 minutos. O time azul-grená aproveitou saída de bola errada dos bascos, Iniesta tocou para Messi que chutou forte e ampliou a vantagem.

Animado, o Barcelona seguiu ditando o ritmo do confronto e balançou a rede pela terceira vez, aos 24. Após grande passe de Piqué, Xavi acionou Pedro e o atacante deixou sua marca pela segunda vez na partida. Três minutos depois, o Athletic Bilbao poderia ter uma chance clara de diminuir a desvantagem, quando Llorente foi puxado dentro da área por Piqué, mas o árbitro Fernández Borbalán não marcou o pênalti. Polêmicas à parte, a equipe catalã foi pouco ameaçada e manteve a vantagem até o intervalo.

Na volta para a etapa final, o Barcelona já não demonstrava o mesmo domínio e força ofensiva. Assim, o Athletic conseguiu sair mais para o jogo, tornando-o equilibrado. Apesar deste panorama, as equipes criaram poucas chances claras de gol e o placar de 3 a 0 se manteve até o apito final.

Nenhum comentário:

Postar um comentário